Nova Identidade Visual do Portal

Ao longo desses anos, caminhamos de mãos dadas com a Santa Igreja, a fim de que fôssemos sempre reconhecidos como um lugar de formação adequada a respeito de uma área tão controversa.

Tratar sobre cura, libertação e exorcismo sempre foi um tabu, porque em nossos tempos se quer cada vez mais varrer o incômodo que esses temas trazem para debaixo do tapete.

A cura acontece através do exercício da fé e com a libertação não é diferente. Contudo, temos visto que ao tratar da libertação, adentramos um território que para a Igreja nunca foi desconhecido e que ela sempre encarou com naturalidade, tendo sido advertida pelo próprio Cristo de que o mundo espiritual e o maligno existem.

Jesus praticou exorcismos e curou os enfermos. São atividades distintas, que ele mesmo distinguiu e tratou cada qual segundo a sua necessidade:

“Curai os doentes, ressuscitai os mortos, purificai os leprosos, expulsai os demô­nios. Recebestes de graça, de graça dai!”[1]

Quando nos propusemos a criar uma nova identidade visual, o fizemos porque se fazia necessário estabelecer em nossa marca aquilo que somos, como agimos e no que acreditamos.

O escudo como novo logo

O nosso novo logo possui um escudo, penetrado pela cruz, que é o sinal da salvação do cristão. Mas para nós, ao utilizarmos a cruz, se fez necessário trazer o profundo significado que ela representa: a cruz de Jerusalém é para nós um sinal visível da misericórdia do Senhor, nosso Deus para com a humanidade. As cruzes menores simbolizam as feridas das mãos e pés de Jesus e a grande cruz central, a ferida aberta pela lança do soldado.
Nada mais signficativo para nós que essa cruz esteja no centro do escudo do novo logo.

A espada de São Miguel

Micha’el, ou, “Quem como Deus”, sempre foi o nosso protetor. O Arcanjo Miguel, como nosso guardião, deposita em nosso escudo a sua espada, a fim de nos proteger dos embustes de Satanás.

O Lírio

A Virgem Santíssima sempre foi e será a nossa Mãe. Ao longo da história do Portal, desde a sua criação, é possível percebermos nos momentos mais incertos a sua proteção materna que não nos abandona. Ela se faz presente sempre e tem em nosso coração um lugar especial.

Em nosso escudo, ela deposita o seu lírio maternal e deixa um sinal indelével da sua presença: “aqui, estes meus filhos, honram a Jesus, aquele a quem devem se dobrar todos os joelhos nos céus, na terra e nos infernos”.

Agradecimento especiais ao suporte da Agência Arcanjos: Deus os abençoe e enriqueça com a Sua graça!

E você, o que achou do nosso novo logo e nossa nova identidade visual?
Escreva para contato@curaelibertacao.com.br

 

Referências

[1] Cf. Mt 10, 8.

Postagens relacionadas

Destaques
Equipe de redação

O mal do pecado

O homem foi feito “por Deus e para Deus” na condição de ser eterno, e assim que ele foi desobediente à única coisa que não

Leia mais »
Destaques
Equipe de redação

Um exorcismo em 1907

Não muito tempo atrás, o seguinte caso autêntico de possessão foi comunicado ao editor de Roma pelo Rev. Mons. Delalle, Bispo Titular de Natal, África.

Leia mais »
plugins premium WordPress